Como criar uma cultura de engajamento com o autocuidado pessoal e em família nos serviços de saúde?

Diariamente desejamos que nossos pacientes e seus familiares entendam seu papel nos desfechos clínicos e se envolvam ativamente no plano de cuidado traçado e compartilhado pelo profissional de saúde, mas como fazer isso de forma efetiva nos serviços de saúde?


O Planetree International and the Patient-Centered Primary Care Collaborative Support and Alignment Network propõe um conjunto de ferramentas projetado para a prática do cuidado em saúde com foco principalmente na Atenção Primária. Ele fornece orientação sobre como criar uma cultura prática que enfatiza e incorpora a perspectiva do paciente e da família em todos os aspectos do atendimento, para melhorar, em última instância a qualidade do atendimento.


Quando os pacientes e as famílias são parceiros no planejamento e na tomada de decisões sobre seu cuidado, os resultados de saúde são melhores, as experiências e a satisfação do paciente melhora, e, muitas vezes, os custos são mais baixos.


A cultura de uma prática engloba as suas atitudes, comportamentos, práticas e normas. Os seis passos abaixo foram projetados para orientar verdadeira transformação na cultura para promover o envolvimento da pessoa e da família.


Passo 1- Envolva os líderes!

A liderança define o tom para qualquer cultura organizacional. Através de palavras e ações, cabe aos líderes cultivar uma cultura de apoio e de confiança, facilitar um ambiente de aprendizagem contínua, e garantir que o engajamento dessa pessoa e sua família está integrado na estrutura e estratégia organizacional.


Passo 2 - Capacitar e energizar todos os colaboradores!

Alegria no trabalho é criada em parte por sentir um senso de propósito que transcende tarefas específicas. Para criar este propósito compartilhado, reserve um tempo para o pessoal compartilhar histórias do impacto positivo que eles fizeram na vida dos pacientes. Introduzir sistemas que convidam todos os funcionários para participar na melhoria dos cuidados, transformando num lugar melhor para trabalhar.


Passo 3 – Conte com os pacientes e familiares como parceiros no cuidado!

Criar sistemas e processos para aproveitar insights de pacientes e familiares sobre suas experiências, as lacunas nos cuidados e oportunidades para melhoria contínua.

Exemplos incluem grupos de discussão, participação em grupos de melhoria prática e grupos de aconselhamento para pacientes e famílias.


Passo 4- Estimule a participação da família no cuidado!

Família pode ser uma fonte vital de continuidade e coordenação entre os encontros de cuidado. Convidar os pacientes para identificar na família um parceiro de cuidado. Então, solicitar observações e perguntas dos parceiros durante as visitas. Empoderar os parceiros de cuidados com ferramentas e conhecimento para auxiliar e monitorar a saúde do seu ente querido.


Passo 5 - Equipar, habilitar e apoiar os doentes para envolver outros no seu tratamento!

Integrar os objetivos dos pacientes, preferências e normas culturais não podem ocorrer sem o seu envolvimento no tratamento e autogerenciamento. Adotar estratégias como o método “Teach back”, gestão de medicamentos e tomada de decisão compartilhada para apoiar os pacientes a se tornarem membros ativos no autocuidado e na equipe de cuidados.


Passo 6 - Enfatizar o engajamento da pessoa e da família em todos os atendimentos!

Esse é o laço que une tudo o que o profissional de saúde e o paciente fazem juntos. Tendo os pacientes e familiares como conselheiros, considere maneiras de modificar o ambiente físico para promover o engajamento. Procure parceiros da comunidade que permitirão o melhor envolvimento dos pacientes e seus cuidadores familiares com o lugar onde vivem, trabalham, aprendem...


É possível melhorar o engajamento dos nossos pacientes e suas famílias com o cuidado em saúde, acredito que o documento abaixo pode auxiliar você e sua clínica nessa tarefa!


Para ver o documento na integra acesse:

https://www.pcpcc.org/sites/default/files/resources/PCPCC-%20Planetree%20PFE%20Culture%20Change%20Toolkit%20050517.pdf


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo