Coronavírus: você está negando a pandemia?

A negação é um dos mecanismos inconscientes de defesa do ego. É um recurso psíquico do ser humano contra sofrimentos insuportáveis. Vivemos um momento de pandemia, ameaça global, um sofrimento coletivo devido a situação de tragédia na qual o mundo se encontra.

Neste momento, muitos usam da negação para a sobrevivência emocional. A sensação de irrealidade e pensamentos como: “a doença não é tão grave assim” , “a cloroquina vai salvar a humanidade”, “no Brasil vai ser diferente”, pode ser o único alívio quando realidade é esmagadora demais.


"...pode ser o único alívio quando a realidade é esmagadora demais."

Quem nos dera a negação servisse apenas para aplacar a dor insuportável. A questão é que existem outras formas de negação. E essas são preocupantes. Muitas pessoas estão movidas pelo princípio: “eu não faço parte da população de risco”, “cada um que se cuide e cuide dos seu parentes que são população de risco”. O problema na atual pandemia é que essas condutas temerárias individuais, afetam o coletivo.


Grande parte da sociedade negando a real necessidade do isolamento coletivo como se fosse possível conter a disseminação do vírus com essa negligência, como se pudéssemos deixar para enfrentar o problema depois. E esse depois pode ser tarde demais quando pessoas da sua família estiverem mortas.

É simples entender e reconhecer que um mecanismo de defesa inconsciente, natural e necessário para sobrevivermos à dor intensa, pode ser ao mesmo tempo um dos fatores envolvidos na gênese da tragédia. Para satisfazermos o nosso ego, desprezamos os riscos, nossos e do outro.


"Para satisfazermos o nosso ego, desprezamos os riscos, nossos e do outro."

Essa pandemia coloca muitos em uma realidade que eles tentam evitar, negando que ela esteja acontecendo. Esses tentam usar uma razão, para identificar culpados, para politizar uma questão médica de saúde pública, para usar o "achismo" contra as evidências cientificas. Simplesmente para corroborar suas crenças limitantes.

É muito difícil assumir que todos são responsáveis pela negligência coletiva? Essa grande negação coletiva dos riscos em tantos lugares, de tantas formas, expõe a nós e aos outros diariamente.

Tão cruel quanto a dor por cada vida perdida nessa pandemia, será a dor da culpa ao olhar para trás e perceber que poderia ter feito algo.



Dr. Dantieli Freitas Guimarães

Médico Psiquiatra - Clinica Pleni

Uberlândia-MG

0 comentário