Hábitos atômicos, livro de James Clear: resenha

Sempre falamos de hábitos por aqui e esse livro é uma recomendação imperdível para todos que querem de alguma forma alcançar mudanças em seus hábitos ou ajudar outros a alcançarem.


Apresento aqui a resenha do livro que será abordado em nosso próximo clube do livro.



HÁBITOS ATÔMICOS

Um método fácil e comprovado de criar

bons hábitos e se livrar dos maus

por James Clear

Editora Alta Life - 2019

Pequenas mudanças, resultados impressionantes


James Clear é conhecido por sua habilidade de explicar tópicos complexos em comportamentos simples que podem ser facilmente aplicados na vida diária e no trabalho. Aqui, ele se baseia em ideias comprovadas da biologia, psicologia e neurociência para criar um guia fácil de entender para tornar os bons hábitos inevitáveis ​​e os maus hábitos impossíveis. Ao longo do caminho, os leitores serão inspirados e entretidos com histórias reais de medalhistas de ouro olímpicos, artistas premiados, líderes empresariais, médicos que salvam vidas e comediantes famosos que usaram a ciência de pequenos hábitos para dominar seu ofício e saltar para o topo de seu campo.


Os átomos são coisas muito pequenas. Eles são os blocos de construção do mundo ao nosso redor, mas são invisíveis a olho nu. Eles também são muito poderosos - o poder do átomo pode fornecer eletricidade para uma região inteira na forma de uma usina ou uma devastação incalculável na forma de uma bomba nuclear. Esta é a premissa dos Hábitos Atômicos: hábitos são coisas pequenas, às vezes quase invisíveis, que podem trazer mudanças poderosas - para o bem ou para o mal - em nossas vidas.


Não importa seus objetivos, “Habitos atômicos” oferece uma estrutura comprovada para você melhorar - todos os dias. James Clear, um dos maiores especialistas do mundo em formação de hábitos, revela estratégias práticas que vão te ensinar exatamente como formar bons hábitos, quebrar os maus e dominar pequenos comportamentos que levam a resultados notáveis.


Se você está tendo problemas para mudar seus hábitos, o problema não é você. O problema é seu sistema. Os maus hábitos se repetem continuamente, não porque você não queira mudar, mas porque você tem o sistema errado de mudança. Você não se eleva ao nível de seus objetivos. Você cai ao nível de seus sistemas. Neste livro, você obterá um sistema comprovado que pode levá-lo melhores resultados.


James Clear oferece quatro leis para construir bons hábitos com sucesso, e também a inversão de cada lei para ajudar a quebrar os maus hábitos:


- Torne-o óbvio: se você deseja implementar com sucesso um novo hábito, ele precisa ser algo que esteja na sua cara e que possa ser facilmente lembrado. Se quiser ler mais antes de dormir, defina um alarme noturno para lembrá-lo de fazê-lo. Tenha um horário e local específicos onde você planeja implementar seu hábito. Junte o seu novo hábito a outro hábito que você já tem. A inversão desta lei: torne-o invisível. Se você sempre deseja comer fast food no final do dia enquanto assiste TV, faça outra coisa além de assistir TV. Dê uma caminhada ou leia um livro - remova a deixa que incentiva o mau hábito que você está tentando evitar.


- Torne-o atraente: se você deseja implementar com sucesso um novo hábito, ele precisa ser algo que seja desejável para você. Em outras palavras, conviva com pessoas que já estão fazendo o que você deseja. Se você quer comer de forma saudável, saia para comer fora com amigos que sejam saudáveis. Se você quer ficar em melhor forma, passe um tempo com amigos que malham regularmente. Se você deseja se tornar um estudante melhor, junte-se a um grupo de estudo. Você também pode tornar um novo hábito atraente conectando algo que você precisa fazer (o novo hábito) com algo que você deseja fazer. A inversão desta lei: torne-o pouco atraente. Reformule sua mentalidade destacando os benefícios de evitar o mau hábito.


- Torne- o mais fácil: se você quiser implementar com sucesso um novo hábito, você tem que fazer muitas vezes. Concentre-se em apenas fazer, mesmo que seus esforços iniciais sejam mais fáceis do que seus objetivos finais. Então, digamos, por exemplo, que você queira começar o hábito de malhar regularmente na academia. Para começar, não é tão importante que cada treino tenha uma hora de duração em alta intensidade (ou qualquer que seja o objetivo final); o importante é que você vá para a academia sem faltar, se possível. Coloque suas roupas de treino em sua bolsa de ginástica e defina o alarme na noite anterior. Se você tiver um dia agitado ou não estiver se sentindo bem, não pule o treino; apenas abrevie. Vá correr por dez minutos em vez de uma hora; faça cinco flexões em vez de trinta. Facilite o quanto for necessário. Ao fazer isso, você está usando um dispositivo de comprometimento, que é uma escolha que você está fazendo no presente que garante um melhor comportamento no futuro. A inversão dessa lei: torne isso difícil. Torne difícil continuar fazendo coisas que você não quer fazer. Se você quiser parar de comer junk food, tire-a de casa. Agora, sempre que você tiver um desejo, terá que dirigir até algum lugar para obtê-lo. Se você quiser parar de assistir TV, coloque-a em outro cômodo onde não passe tanto tempo ou desligue-a após cada uso.


- Torne-o satisfatório: se você deseja implementar com sucesso um novo hábito, precisa se sentir bem com isso. A identidade é o que sustenta um hábito. No final das contas, você quer se considerar o tipo de pessoa que faz qualquer que seja o hábito que você está tentando implementar. Monitore seus hábitos para ver sua melhora ao longo do tempo. Você não é perfeito e terá um lapso, mas quando o fizer, tente evitar um segundo lapso. A inversão desta lei: Torne-o Insatisfatório. É menos provável que repitamos um mau hábito se for doloroso ou insatisfatório.


Se você gostou do livro cadastre para participar do nosso clube do livro mensal e receba os resumos completos por email.


https://materiais.mevbrasil.com/clube-do-livro-habitos-atomicos

0 comentário